Como ajudar no trabalho de parto da cadela?

Saúde

Ter a oportunidade de presenciar o nascimento dos pets é algo indescritível, que nos traz lembranças para o resto da vida, muito mais quando quem está parindo é sua cadela e a casa é presenteada com vários peludinhos.

Mas, para que tudo corra bem neste momento que se tornará inesquecível, é importante se preparar para ajudar a mamãe peluda, principalmente se é a primeira gestação. Assim, você saberá se pode dar o suporte em casa ou precisará levá-la até a emergência veterinária.

Existem informações básicas que ajudam a nos preparar e ensinam como devemos proceder neste momento delicado. É importante saber o que fazer quando chega na hora da cadela dar à luz. Para isso, é fundamental conhecer os diferentes estágios que o animal passa até que seus filhotes nasçam.

Continue a leitura e aprenda como ajudar no trabalho de parto de sua cadela.

Como identificar que o momento do parto está próximo?

Primeiramente, é importante ressaltar a relevância dos exames no pré-natal, pois eles são determinantes para saber se a cadela precisará de alguma intervenção veterinária durante o trabalho de parto.

Caso não seja necessário, só o fato do dono estar presente e providenciando certos cuidados já vai ajudar a cadela se manter segura, os bebês vivos e preparados para enfrentar os primeiros dias de vida.

Mesmo sabendo que a gestação dos cães dura entre 60 a 63 dias, não é possível prever qual será o momento exato.

No entanto, como saber que o momento do parto está próximo para se preparar e ajudar a cadela do jeito certo?

Quando o parto se aproxima, a cadela começa a demonstrar comportamentos muito específicos da situação. Veja quais são:

  • Uns 10 dias antes do parto, as cadelas costumam montar seu ninho, geralmente num lugar mais reservado, aquecido e macio;
  • A cadela começa a tentar cavar buracos, seja no jardim, nos tapetes ou nos paninhos de deitar espalhados pela casa;
  • As mamas passam a vazar leite;
  • Há fadiga fora do comum, respiração descoordenada e tremores pelo corpo (o momento está muito próximo!);

Se você notar esses comportamentos, pode começar a preparar o ninho para agilizar as coisas. Para isso, use uma caixa de papelão grande, com bordas altas e forre o fundo com cobertores, sempre tentando obter uma superfície plana e, ao mesmo tempo, confortável, sem grumos grandes de tecido embolado. Isso é importante para manter os filhotes aquecidos e prevenir que escapem do ninho.

O que fazer na hora do parto para ajudar?

Quando chegar no estágio expulsivo, ou seja, o momento em que a mãe começa a expelir os filhotes, ela deita de lado e sua respiração começa a se alternar em ciclos rápidos e lentos.

Ao nascer o primeiro filhote, você vai achar que a cadela está passando mal, pois parece que ela está sofrendo uma convulsão. Isso é natural, depois do “primogênito”, os outros filhotes saem com mais facilidade, em intervalos de 15 a 30 minutos entre cada filhotinho.

Durante este momento incrível, você deve tomar certas ações para resguardar a saúde e segurança da mãe e dos peludinhos. Para isso, é preciso garantir que:

  • Cada filhote seja lambido até que as membranas sejam removidas de toda a face, desobstruindo as vias aéreas do filhote. Isso deve acontecer nos primeiros 3 minutos;
  • Caso a cadela não faça, você deve utilizar um pano limpo e o dedo mindinho na boca e nariz até que o bebezinho comece a respirar por conta própria;
  • Normalmente, é a cadela que corta o cordão umbilical, mas para ajudar, você pode fazer esse comando com ela. Amarre o cordão com um fio dental a mais ou menos 1 cm do umbigo do filhote e corte para o lado da placenta usando uma tesoura bem afiada;
  • Geralmente as cadelas comem a placenta, é importante para ela recuperar os nutrientes que perdeu durante o parto. Mesmo que ache nojento, é necessário, o que você pode fazer é ajudar na limpeza.
  • Evite pegar os filhotes, pois eles precisam estar juntos da mãe para mamarem o colostro e reforçarem sua imunidade. Por mais que seja difícil resistir, você deve tocá-los somente 12 horas após o nascimento. 

Pronto! Agora você já leu mais um de nossos artigos e sabe como ajudar sua cadela durante o trabalho de parto. Caso note alguma complicação não tenha dúvidas, procure o veterinário para garantir a saúde e proteger a vida da mãe e dos filhotes!