Café pelo mundo: conheça o café turco

Diversos

Cada café tem um sabor diferenciado, então, a não ser que você peça a mesma marca e tipo, provavelmente sempre experimenta algo diferente. Além das variedades brasileiras, outros grãos são famosos em todo o planeta, como o caso do café turco.

Se você faz parte do grupo que ama um café delicioso, que tal conhecer um pouco mais sobre o café turco? Confira os detalhes.

A história do café turco

É difícil determinar o momento exato em que o café surgiu na Turquia, porém, conta-se que aconteceu aproximadamente em 1500. Foi Ozdemir Pacha, que apreciava a bebida, quem a apresentou ao sultão da época, Suleiman, o Magnífico.

O sultão gostou tanto do café que passou a ter até um cafezeiro-chefe, uma pessoa responsável unicamente por preparar a sua bebida.

O restante da população só foi ter contato com o líquido quando surgiram as primeiras casas de café. Com o tempo, deixou de ser algo exclusivo do sultão e passou a ser comum em todas as classes.

Como a bebida reunia as pessoas nestes espaços, houve uma época em que foi proibido o seu consumo. Foi o sultão Osman II o responsável por isso, principalmente das torras mais escuras. Na época, todas as sacas foram derramadas no Estreito de Bósforo.

Como o café turco é preparado

O preparo do café turco não tem muito segredo, inclusive, você mesmo pode experimentar uma xícara no conforto da sua casa. O truque está em inserir especiarias antes mesmo da bebida chegar na xícara.

Como o café não é filtrado durante o preparo, uma característica exclusiva, seu preparo é um pouco diferente. Além disso, os grãos são moídos ao nível extra-fino, tanto que pode ser chamado de café pulverizado. A ideia é poder beber sem sentir o pó da bebida interferindo na experiência.

Primeiro é preciso comprar cafés de torra média, os chamados cafés especiais e um cezve, recipiente especial para preparo do líquido.

Depois, é só separar água mineral ou filtrada. Nela misture as especiarias que desejar. O recomendado, para ter a experiência de um café na Turquia, é usar anis-estrelado, canela e cardamomo.

Leve a água para o fogo e espere ferver. Você logo vai sentir o aroma das especiarias. Em seguida, mistura o café, ainda dentro do cezve. Calcule em média uma colher de café por xícara.

Retorne para o fogo e espere levantar fervura. Repita o processo mais duas vezes. Deixe o cezve descansar para que o pó se deposite no fundo e sirva em uma xícara pequena.

Benefícios do café turco

O café turco é mais robusto e forte, no entanto, por ficar em infusão (como no preparo de um chá), ele libera mais cafeína. Assim, ele é um grande aliado daqueles que precisam de muitas xícaras ao longo do dia.

Além disso, outros benefícios associados a essa variedade da bebida incluem redução de problemas cardíacos e inflamações em geral.

Como é consumido

O consumo do café turco também é um pouco diferente, até porque, o objetivo é aproveitar ao máximo o seu sabor. Primeiramente, opte por xícaras menores e sempre bem limpas.

Em seguida, sirva com muito cuidado, com pouca altura da cafeteira em relação à xícara. Ao lado é possível deixar um copo d’água, para preparar o paladar. Agora, se deseja servir um acompanhamento, sobremesas doces sofisticadas são ótimas para isso.

Após beber o líquido é recomendado virar a xícara de cabeça para baixo. A ideia é assentar o pó que ficou no fundo e viver uma experiência diferente, no caso, a leitura da sorte na borra de café, chamada cafeomancia.

O que achou do café turco? Parece delicioso, não concorda? Quando tiver a oportunidade, não deixe de experimentar a bebida e comentar aqui no nosso portal.